fbpx

Blog

Como implementar uma gestão inteligente no negócio?

29/07/2020

Empresas que desejam estar em evolução constante precisam atuar tendo em vista quais são os métodos mais eficientes do mercado. É necessário que ela conte com uma equipe que traga soluções inovadoras e que todos os colaboradores estejam preparados para se adaptar às mesmas. É preciso, acima de qualquer outra coisa, ter uma gestão inteligente. Mas, o que exatamente isso significa? Neste texto, a Acervo te explica!

Continuando a leitura abaixo, você poderá aprender a definição exata de gestão inteligente e, com isso, aplicá-la na sua empresa. Caso você não tenha muita noção de como aplicá-la, porém, não se preocupe. Nós também damos dicas de como implementar as soluções de gestão inteligente na sua empresa.

Boa leitura!

 

O que é gestão inteligente

Gestão inteligente é, basicamente, qualquer modelo de gestão empresarial que tenha como base a inovação e as soluções baseadas em Tecnologia da Informação (TI). Isso porque, com esse tipo de gestão, os dados da empresa passam a ser os protagonistas. Tendo eles em mãos e consultando-os antes de tomar decisões importantes, gestores são capazes de encontrar ações mais eficazes.

Com isso, além de todas as ações da empresa serem muito mais estratégicas, elas tornam- se também muito mais rápidas. Basta consultar e interpretar o que os dados dizem e tomar as decisões mais adequadas de acordo com eles. Dessa maneira, as ações não mais são escolhidas na base do “achismo” — e sim sustentadas por fatos.

 

3 dicas para implementar uma gestão inteligente na empresa

Entendendo melhor o conceito de gestão inteligente, você tem alguma ideia de como aplicá- lo no seu negócio? Acompanhe 3 formas:

 

1. Adotar um bom CRM

CRM é uma sigla para Customer Relationship Management, o que pode ser traduzido para algo como “Gestão de Relacionamento com o Cliente”. Ele, que nada mais é que um tipo de sistema, reúne todas as informações de cada cliente da empresa e permite que as ações de contato e relacionamento com eles sejam automatizadas.

Tendo todas essas informações a respeito dos clientes e da forma através da qual eles se relacionam com a empresa, você pode elaborar relatórios complexos mostrando a melhor forma de manter este relacionamento.

 

2. Apostar no armazenamento na nuvem

Vindo como consequência, a segunda dica para implementar uma gestão inteligente é a do armazenamento na nuvem. Afinal, quando estamos lidando com uma gestão baseada em dados, é fundamental possuir a melhor solução para armazená-los — e esta é, sem sombra de dúvidas, a nuvem.

Para quem não sabe, o armazenamento na nuvem é uma forma de guardar os dados sem que espaços físicos ou hardwares da empresa sejam ocupados. Através da contratação de um serviço, todos os dados ficam armazenados online; é só ter uma conexão com a internet e um usuário e senha para acessá-los.

 

3. Investir na gestão da informação

Por fim, a ideia que engloba todas as outras. Para que se tenha uma gestão da informação de alta qualidade e eficiente, é necessário armazenar os dados na nuvem e fundamental ter um CRM. Existem diversas opções de soluções de gestão da informação, mas a principal delas provavelmente é o GED.

Sigla para Gerenciamento Eletrônico de Documentos, o GED é um sistema que compila as informações de uma empresa em um só local — através, é claro, do armazenamento em nuvem. Caso tenha interesse, você pode saber mais sobre o GED neste link.

 

E você, já conhecia o conceito de gestão inteligente e algumas dessas soluções que fazem parte dela? Todas podem contribuir para o alcance de maiores resultados na sua empresa. Caso tenha gostado do texto e queira receber mais, acompanhe as redes sociais da Acervo! Você pode nos encontrar no Facebook.