fbpx

Blog

Armazenamento de informações: local ou nuvem?

04/03/2020

Toda empresa que gera um volume de informações precisa ter o controle para guardar armazenar cada um dos seus dados. Afinal, eles estão entre os bens mais valiosos das organizações. E quando o assunto é o armazenamento de informações, é comum que algumas dúvidas surjam. Uma das principais é o assunto do texto que a Acervo preparou para hoje: guardar os dados em armazenamento local ou na nuvem?

Na sequência deste conteúdo, nós explicamos como funciona o armazenamento na nuvem, o armazenamento local e comparamos os dois, mostrando qual é o melhor para empresas. Se você já tem consciência da importância de armazenar seus dados com segurança e quer garantir o melhor para sua empresa, continue a leitura e confira!

 

Como funciona o armazenamento de informações

Antes de descrevermos os dois tipos de armazenamento de informações, vale ressaltar: os dados dos quais falamos são aqueles que já estão devidamente digitalizados ou são de documentos nato-digitais e não correm o risco de serem perdidos com o desgaste ou a perda dos papéis, por exemplo. E quando falamos em “armazenamento local”, estamos nos referindo aos servidores locais, ou seja, aqueles instalados dentro das empresas. 

Com isso em mente, veja como funcionam os armazenamentos:

 

Armazenamento local

Como seu próprio nome já sugere, o armazenamento local é feito com o uso de um servidor local. Servidores locais nada mais são que computadores destinados especialmente para o armazenamento de arquivos. Com alta capacidade de processamento, eles se diferenciam das máquinas convencionais por não serem utilizados para outras funções.

Por outro lado, não é incomum de se ver empresas que utilizam alguns de seus próprios computadores para realizar o armazenamento local de seus dados. Isso é o caso de muitos negócios pequenos ou com pouco tempo de mercado, por exemplo, já que eles não têm um volume muito grande de informações ou ainda não entenderam a importância de armazená- las adequadamente.

 

Armazenamento na nuvem

O armazenamento na nuvem, por outro lado, é exatamente o contrário do armazenamento local. Todas as informações ficam guardadas em um servidor externo à empresa, na maioria dos casos sob os cuidados de uma outra empresa, especializada na área. Aqui, o acesso aos arquivos é feito através de um site ou um aplicativo, por meio de usuário e senha.

Este tipo de armazenamento de informações, além de dispensar o investimento na máquina que serviria como servidor local, economiza espaço físico da empresa, visto que não haverá a necessidade de ter um local reservado especificamente para ele. E não é só isso: para aumentar a segurança, geralmente são criados mais de um backup, e eles costumam ser armazenados em locais diferentes.

 

Afinal, é melhor ter o armazenamento de informações local ou na nuvem?

Ainda que o servidor local garanta que os dados estejam sempre com a empresa, é preciso que ela faça um investimento muito maior. Não é apenas adquirir um servidor: é necessário também contar com uma equipe de T.I. disponível e um espaço devidamente climatizado. E, ainda assim, nada disso garante que a empresa não sofrerá ataques de hackers ou até um desastre natural.

Já o armazenamento em nuvem exime a empresa de todas essas obrigações e reduz muito os riscos. Ao terceirizar o serviço, as responsabilidades são transferidas para o contratado e pronto. A companhia contratada estará preparada para receber os dados, tendo uma equipe sempre preparada para resolver problemas e servidores dedicados.

Ao detentor dos dados, basta acessá-los quando necessário e dedicar-se completamente à sua área de atuação, deixando as informações com quem entende do assunto.

 


E, falando nisso, a Acervo é uma destas empresas especializadas na gestão da informação. Com os nossos serviços de GED (Gerenciamento Eletrônico de Documentos) e o Acervo Cloudfile, nós estamos prontos para receber os seus dados e tomar conta deles da forma correta. Conheça nossos serviços e veja as soluções que temos para sua empresa!