Blog

Digitalização de prontuários médicos é aprovada em hospitais. Saiba mais!

14/09/2018

 

No mês de abril, a Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) aprovou o projeto proposto pelo senador Roberto Requião, o qual solicitava o armazenamento eletrônico de prontuários médicos das instituições de saúde. Após este passo, o projeto agora segue para a Câmara dos Deputados, onde passará por nova votação. O objetivo é tornar a digitalização em hospitais possível, facilitando o obrigatório armazenamento de dados.

É importante ressaltar, no entanto, que o processo de digitalização só poderá ser feito mediante utilização de um certificado digital. Este, por sua vez, deverá ser emitido no âmbito da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil).

A digitalização de documentos

A digitalização de documentos serve, entre outros motivos, para poupar um espaço e utilizá-lo com outra atividade mais produtiva. Considerando a quantidade de documentos que existem guardados em um hospital e o que poderia ser feito em cada sala ocupada por eles, dá para se ter uma ideia da importância desta medida.

Para complementar o serviço de digitalização, uma opção interessante tanto para os hospitais quanto para os pacientes é o gerenciamento eletrônico de documentos. Com ele, a segurança dos dos documentos é garantida, o que evita extravios e perdas. Além disso, o GED é um tipo de sistema que permite o acesso fácil aos documentos armazenados.

E o que exatamente os hospitais ganham com isso?

Assim como no ramo educacional, por exemplo, muitos profissionais já aguardavam a aprovação há um bom tempo. A migração para os meios digitais é uma tendência e já está sendo feita por empresas de diversas outras áreas. A digitalização dos documentos facilita tanto a vida dos colaboradores quanto o negócio.

Custo de impressão

Diariamente, uma quantidade absurda de impressões é feita apenas com prontuários. Imagine o quanto é gasto com papel, tinta. Isto sem falar, é claro, na mão de obra. Com a digitalização, o uso destes materiais diminui imensamente.

Tempo de funcionários

Os documentos precisam ser processados, armazenados e, por um bom tempo, controlados. Funcionários que precisam lidar com esta situação na sua rotina sabem exatamente a quantidade de energia investida neste ciclo e sabem também que ela poderia ser muito melhor aproveitada.

Gerenciamento eletrônico de documentos

O gerenciamento eletrônico de documentos, ou GED, serve, como já citado, de complemento para a digitalização. Se você ou a administração do seu hospital deseja, além de poupar espaço, ter menos trabalho com o armazenamento digital, ele é indispensável. Com o serviço de uma empresa terceirizada como a Acervo, há confiança e praticidade no processo de gestão.

Segurança para os pacientes

Casos de perda e extravio de documentos acontecem e ninguém está isento de passar por um destes problemas. A digitalização elimina completamente o risco e garante aos pacientes que as suas informações estarão bem guardadas  e não poderão ser acessadas por qualquer um.


 

Em caso de dúvidas ou querendo saber mais a respeito da importância e dos benefícios da digitalização de documentos, entre em contato com a Acervo! Estamos sempre disponíveis para atendimento e prontos para qualquer esclarecimento!